Você está aqui: Página Inicial Grupos de Pesquisa NEPPEC

NEPPEC

Núcleo de Estudos e Pesquisa: Práticas Educativas e Cotidiano

logo NEPPEC

O Núcleo de Estudos e Pesquisa: Práticas Educativas e Cotidiano (Neppec) é vinculado ao Departamento de Didática e Escola de Educação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Tem, por finalidade, criar ambiência e desenvolver atividades de pesquisa, extensão e outras ações que contribuam para a construção e socialização do conhecimento gerado nas investigações acerca das relações entre as práticas educativas e o cotidiano, sejam no espaço escolar ou em outros espaços educativos.

O Núcleo (www.sites.google.com/site/neppec) é formado por professoras, estudantes da graduação (Pedagogia) e pós-graduação (Mestrado em Educação) da UNIRIO e professore(a)s alfabetizadore(a)s que atuam nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Atualmente, quatro grupos de pesquisa estão vinculados ao NEPPEC:

  • Grupo de Pesquisa: Práticas Educativas e Formação de Professores (GPPF) - coordenado pelas professoras Carmen Sanches Sampaio e Maria Elena Vieira Sousa;
  • LIMC – Mais (Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Ensino de Matemática e Ciências dos Anos Iniciais), coordenado pela professora Mônica Mandarino;
  • Grupo de Pesquisa: Infâncias, tradições ancestrais e cultura ambiental (GITAKA), coordenado pela professora Léa Tiriba.

 

Professoras/es vinculadas/os ao NEPPEC:

  • Adrianne Ogêda
  • Andréa Fetzner Krug
  • Carmen Sanches Sampaio
  • Celso Sánchez
  • Claudia Fernandes
  • Claudia Miranda
  • Lea Tiriba
  • Márcio Berbat
  • Maria Elena Viana Sousa
  • Maria Luiza Süssekind
  • Mônica Mandarino

 

O NEPPEC está instalado na sala 403-A, um espaço articulado ao LAMED. As professoras Carmen Sanches, Mônica Mandarino, Claudia Miranda, Adrianne Ogêda e Maria Luiza Süssekind, professoras vinculadas ao Departamento de Didática, utilizam esse espaço para suas atividades cotidianas de orientação, pesquisa, planejamentos etc. Esse espaço acolhe, também, os arquivos das pesquisas coordenadas por essas professoras.

FALE (Fórum de Alfabetização, Leitura e Escrita)/UNIRIO

Equipe:

Docentes vinculados à universidade:
Carmen Sanches Sampaio (Coordenadora FALE/UniRio, da Rede Formad; e GEPPAN/Unirio)
Adrianne Ogêda (Coordenadora do Projeto de Pesquisa na SME/Três Rios)
Etiene Abreu (Coordenação do Projeto de Extensão/FALE/Unirio)
Tiago Santos (Coordenação do Projeto de Extensão/FALE/Unirio)
Rachel Colacique (Coordenação do Projeto de Extensão/FALE/Unirio)
Alberto Roiphe (Coordenação do Projeto de Extensão/FALE/Unirio)
Celso Sanchez (Coordenador do projeto de pesquisa vinculado ao FALE/Unirio – Que Bicho é esse? Concepções e práticas do Ensino de Ciências nos Anos Iniciais da Educação Básica/Unirio)
Jacqueline de Fátima dos Santos (Coordenadora do FALE/São Gonçalo/UERJ/FFP)

Docentes vinculados à Escola Básica:
Ana Paula Venâncio (Profª Alfabetizadora/ISERJ)
Margarida dos Santos Costa (Profª Alfabetizadora/ISERJ/CAP/UERJ)
Denise Lima Tardan (Profª Alfabetizadora/SME/RJ/CAP/UERJ)
Kátia Ferreira Moreira (Profª Alfabetizadora/SME/RJ)
Gisele de Oliveira Silva (Profª Alfabetizadora/SEME – São João de Meriti/SME/RJ)
Dina Maria Amorim Vieira (Profª Alfabetizadora/SME/ Rio de Janeiro)
Carla Bronzeado (Profª Alfabetizadora/SME/RJ)
Thaís Curvello (Profª Alfabetizadora/SME/RJ)
Flávia Castilho (Profª Alfabetizadora/SME/RJ)
Elaine Matias (Profª de Educação Infantil/ISERJ/RJ)
Renata Alves (Profª de Educação Infantil/ISERJ/RJ)
Leandra Pereira (SME/Três Rios)
Aline Lima (Profª Educação Infantil/Rede Particular/RJ)
Érika Vargas (SME/Três Rios)
Fabiana (SME/Três Rios)

Estudantes:
Tiago Ribeiro da Silva (Mestrando/Unirio)
Igor Helal (Mestrando/Unirio)
Flávia Castilho (Mestranda/Unirio)
Etiene Abreu (Mestranda/Unirio)

Resumo:
O FALE/UniRio reúne mensalmente/bimestralmente, aos sábados, de 9h às 12h, professores(as) alfabetizadores(as), docentes universitários, estudantes de cursos de Formação de Professores. Nesses encontros, a mesa é sempre formada por uma professora ou professor alfabetizador e um docente vinculado à universidade. A professora alfabetizadora (ou professor) conta sobre sua prática cotidiana realizada com as crianças, narra o que faz com os alunos e alunas com os quais trabalha, socializa seus saberes/fazeres. O docente vinculado à universidade fala, também, de suas experiências e pesquisas sobre o tema em pauta. Universidade e Escola Básica ensinam e aprendem uma com a outra. Não existe inscrição prévia.

Como objetivos gerais, temos:

i) intensificar e aprofundar a relação entre a universidade e a escola básica, em seus anos iniciais, investindo em processos de formação docente experienciados de modos mais horizontais e colaborativos, provocando um processo de desnaturalização, investigação e produção de conhecimentos sobre saberes e fazeres alfabetizadores;

(ii) pesquisar saberes e fazeres cotidianos de professores(as) alfabetizadores(as) através de narrativas (orais e escritas);

iii) ampliar modos de pensar e praticar ações formativas docentes referendadas pelos princípios de alteridade, da investigação da própria prática e do trabalho em redes de formação, apontando para uma formação mais democrática, compromissada com a construção cotidiana de práticas alfabetizadoras críticas, dialógicas e discursivas.

Desdobramentos:

  • A criação, no ano de 2008, do GEPPAN (Grupo de Estudos e Pesquisa: Professora Alfabetizadora Narradora) – a partir da demanda de professoras alfabetizadoras que cursaram o curso de especialização Alfabetização das crianças das classes populares, em 2008, coordenado e ministrado pelo Grupalfa (Grupo de Pesquisa: Alfabetização dos alunos e alunas das classes populares, coordenado pela Profª Drª Regina Leite Garcia/UFF). Essas professoras freqüentavam os encontros do FALE. Com a conclusão do curso, algumas me procuraram e solicitaram que, na parte da tarde, após os encontros do FALE, nos reuníssemos para estudar, refletir e discutir sobre alfabetização. O grupo é formado basicamente por 11 docentes alfabetizadores, dois estudantes do Curso de Pedagogia/Unirio, bolsistas IC, e três mestrandas/Unirio. Além das conversas e estudos sobre alfabetização, investigamos com esse grupo, a experiência vivenciada, pelos professores e professoras, de escreverem e socializarem, em diferentes espaços, a própria prática.
  • Desde o ano de 2009 que o FALE acontece, também, na Faculdade de Formação de Professores da UERJ/São Gonçalo, sob a coordenação da Profª Drª Jacqueline de Fátima dos Santos.
  • No ano de 2010 criamos a Rede Formad (Rede de Formação Docente: narrativas & experiências) constituída, até o momento, pelo FALE/UniRio; FALE/São Gonçalo; GEPPAN/UniRio (Grupo de Estudos e Pesquisa: Professoras/es Alfabetizadoras/es Narradoras/es), GEFEL/ISERJ (Grupo de Estudos: Formação de Escritores e Leitores) e GEPEC/UniCamp (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada) e o GEPEMC/UFF (Grupo de Estudos e Pesquisas: Escola, Memória e Cotidiano).

A Rede Formad está vinculada a Rede RIE (Rede de Investigação na Escola), sediada no Brasil, vinculada ao Grupo de Investigação na Formação de Professores do Centro Universitário UNIVATES, com sede na cidade de Lajeado, Rio Grande do Sul e a Rede Iberoamericana de Colectivos Escolares, formada por diferentes redes, de diferentes países: Espanha, México, Colômbia, Argentina, Brasil e Venezuela.

Contato: faleunirio@gmail.com

*Confira a programação do FALE no link Eventos do menu principal.