Você está aqui: Página Inicial Galeria Virtual O Lundu

O Lundu

O termo LUNDU tem sido utilizado para indicar tanto dança quanto canção.

Enquanto DANÇA, desde so século XVIII, seja na literatura, na pintura ou nos entremezes teatrais da primeira metade do século XIX, o lundu capturou o imaginário urbano como exótico, provocante e cheio de lascívia. Justamente com a cachuca e o fandango o lundu exercia o papel do "Outro Exótico" (indiscriminadamente "Espanhol", "Oriental" ou "Africano") no imaginário da sociedade emergente

Como CANÇÃO temos várias situações:

Lundu-canção - Início do século XIX:
Lundus compostos para voz e piano (ex. Lá no largo da Sé velha de Cândido Inácio da Silva e Araújo Porto Alegre).
Versões/composições estilizadas por compositores letrados ou estrangeiros

Lundu-canção - Final do século XIX:
Lundu canção usada no teatro com letras satíricas
Partituras impressas DEPOIS do sucesso no teatro musical
Cancioneiros com letras de lundus

Lundu-canção - Início do século XX:
Repertório do teatro em gravações pioneiras

Os LUNDUS apresentados nessa EXPOSIÇÃO pertencem à segunda categoria. Entre eles O Mugunzá, com letra de Bernardo Lisbôa e músicade Francisco Antônio de Carvalho (RJ 1840? RJ? 1900?), Lundu Baianocantado pela atriz Pepa Ruiz no segundo ato da revista portuguesa Tim-tim po tim-tim (1892). Com vários dos sucessos teatrais a canção foi impressa (por Manoel Guimarães) para ser executada nos salões cariocas.