Você está aqui: Página Inicial Corpo Docente Fernando Silveira

Fernando Silveira


Fernandoclarineta.bmp
Fernando José Silveira, nascido em 1970 na cidade de Niterói/RJ, começou seus estudos musicais na Banda de Música do Colégio Salesiano Santa Rosa no ano de 1983. Em 1987, ingressou no Curso Técnico da Escola de Música da UFRJ, sob a orientação do Prof. José da Silva Freitas e, em 1994, finalizou o Curso de Bacharelado em clarineta.
Como um complemento à sua formação musical universitária, participou dos Festivais de Inverno de Campos do Jordão – SP, nos anos de 1987, 1988 e 1989. Em master-classes, teve a oportunidade de estudar com os professores José Botelho, Alan Damiens, Sérgio Burgani, Wolfgang Meyer e Luis Gonzaga Carneiro.
Como estudante, foi premiado em importantes concursos de âmbito nacional, dentre eles o Concurso Jovens Solistas da OSESP (1995) e o II Concurso Nacional Jovens Talentos Rádio MEC (1997).
Em janeiro de 2005, finalizou o Curso de Doutorado em Música – Execução Musical/Clarineta, na Escola de Música da Universidade Federal da Bahia, sob a orientação do Prof. Dr. Joel Barbosa.
Participou de audições para orquestras sinfônicas profissionais brasileiras, tais como a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo em 1989 (1º colocado), a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre em 1990 (2º colocado) e, em 1993, a Orquestra Sinfônica Nacional da UFF/RJ (1º colocado). Ingressou nessa última Orquestra, como solista/chefe de naipe, em vaga decorrente da aposentadoria do clarinetista José Botelho. Permaneceu na OSN-UFF até 1999, quando foi nomeado, após vencer o Concurso de Títulos e Provas, para a cátedra de clarineta do Instituto Villa-Lobos da Universidade Federal do Estado do Rio de janeiro - UNIRIO. Entre 1999 e 2001 integrou o naipe de clarinetas da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; de 2005 a 2009 integrou o naipe de clarinetas da Orquestra Sinfônica Brasileira.
Paralelamente à carreira artístico-musical, Fernando José Silveira desenvolve, desde cedo, uma intensa carreira como docente. Foi professor de Clarineta do Conservatório Brasileiro de Música - RJ e professor de Música de Câmara da Escola de Música da UFRJ. Atuou, ainda, como professor de clarineta das Oficinas de Música de São João Del Rei-MG, da XVI Oficina de Música de Curitiba, do Festival de Música de Domingos Martins – ES (1999) e do Festival de Música de Câmara de Curitiba (1999 e 2001). Em 1996, ministrou master class de música brasileira para clarineta na New World School of Music - Miami/EUA. Posteriormente, ministrou cursos na Universidade do Chile, Conservatório Superior de Música de Domzale – Eslovênia, Conservatório de Hanoi - Vietnã e, em diversas ocasiões, pela a América do Sul, do Norte, Europa e Ásia. Desde 1999 tem orientado vários talentosos alunos no curso de bacharelado em clarineta do Instituto Villa-Lobos da UNIRIO/RJ.
Desde 2005, tem se dedicado também, intensamente, à pesquisa sobre a história da clarineta no Brasil, publicando, neste período, mais de vinte artigos científicos - nos melhores periódicos do Brasil e do exterior. Em 2009, como um reconhecimento da qualidade de seu trabalho como pesquisador, foi o vencedor do International Clarinet Association Research Competition, o mais prestigioso evento desta natureza. Hoje é o clarinetista brasileiro com maior produção científica nesta área.
Desde 2000 sua carreira internacional tem crescido sensivelmente. Participou, como performer, dos Encontros Internacionais de Clarinetistas, ClarinetFest, nos anos de 1999 (Bélgica), 2000 (Oklahoma/EUA), 2008 (Kansas City/EUA), 2009 (Porto/Portugal), 2010 (Austin/EUA) e 2011 (Los Angeles/EUA). No ano de 1999, na Bélgica, participou, também, de comissões julgadoras de dois concursos internacionais, promovidos pela Associação Internacional de Clarinetistas – ICA, para solistas. Em 2005 fez seu debut em Nova Iorque no Tenri Cultural Institute of New York, com a 1ª audição mundial da obra Meanwhile da compositora brasileira Angelica Faria. Em junho de 2007 apresentou-se no Clarinet and Woodwind Colloquium 2007, promovido pela Universidade de Edinburgo/Reino Unido e, em agosto deste mesmo ano, no III Festival Internacional de clarineta e saxofone em Beijing/China. No Brasil, destaca-se sua participação no XXXI Festival de Inverno de Campos do Jordão – SP, em 2000, com a Camerata Amadeus, nos Festivais de Música de Câmara de Curitiba – PR em 1999 e 2001 e como recitalista convidado da Academia Brasileira de Música.
Atuou como solista, em diversas oportunidades, junto a importantes conjuntos brasileiros, sul-americanos e europeus.     Na Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, pôde ser visto em nove oportunidades ao longo de sete anos. Apresentou-se, ainda, como solista da Orquestra Sinfônica de São Paulo - OSESP em 1995, Orquestra Sinfônica da Universidade de Cuyo – Argentina, em 1999, com a Orquestra Sinfônica da UFMG, em 2000 e, em 2009, com a Banda Sinfônica da Cidade de Espinho – Portugal.
Em 2010, como um reconhecimento à sua carreira internacional, seu nome foi incluído no livro I Grandi Clarinettisti, que lista os mais destacados clarinetistas de todos os tempos.