Você está aqui: Página Inicial Notícias Tira o Dedo do Pudim na Série Unirio Musical

Tira o Dedo do Pudim na Série Unirio Musical

O grupo é a atração do dia 07 de maio

Durante o mês de maio, a Série Unirio Musical terá como foco a Música Instrumental Brasileira. Iniciando a programação teremos o grupo Tira o Dedo do Pudim.

O Nome: São quatro músicos ligados tanto à música popular quanto à música erudita que compõem o grupo cujo divertido nome presta homenagem ao antigo bloco carnavalesco Sociedade Carnavalesca, Familiar, Dançante, Beneficente e Recreativa Tira o Dedo do Pudim , do início do século XX, cuja sede estava situada ao topo do Morro da Conceição.

Trajetória : Em 1996, Samuel Araújo, guitarrista do grupo, inicialmente garimpou as partituras originais de músicas populares de Guerra-Peixe, ilustre compositor erudito, mas com uma vasta e desconhecida obra popular. O grupo levou ao público seu trabalho que foi estreado em temporada realizada no Rio Jazz Club do Hotel Meridién. Posteriormente o grupo gravou seu primeiro CD com arranjos de Antonio Guerreiro de Faria, tecladista do conjunto, e também com criações coletivas dos próprios membros do grupo que improvisaram sobre os arranjos originais de Guerra-Peixe para orquestra de salão.

O Grupo : O grupo tem se apresentado em locais como o Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, Teatro da UFF em Niterói, Conservatório Brasileiro de Música, SESC Flamengo, e em programas de Rádio referenciais como os de Altamiro Carrilho e Sala de Concertos na Rádio MEC sob o comando de Lauro Góes; paralelamente produz workshops sobre música popular como o que levou a efeito no Instituto Villa Lobos.

Na fase atual, o grupo diversificou o repertório sob inspiração direta das idéias de Guerra-Peixe e Mário de Andrade, elaborando novos arranjos para composições de Radamés Gnatalli, Antonio Guerreiro de Faria, Antonio Callado, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Cartola e Claudio Santoro.

OS MÚSICOS

Clay Brazil - Fez o curso de graduação em contrabaixo pela Escola de Música da UFRJ, na classe do Professor Sandrino Santoro, e, desde 1985, é músico da Orquestra Sinfônica Nacional da Universidade Federal Fluminense. Integrou também conjuntos de câmera, como a Academia Antiqua da Pró-Arte e Camerata Quantz. Participa ativamente em grupos ligados à MPB, jazz e choro, tendo acompanhado cantores como João do Vale, Marisa Monte, e outros. Como integrante do Blas Rivera Quintet apresentou-se no Festival de Montreux. No teatro tem participado de diversos musicais como "Dolores", Atlântida", "Cantores do Chuveiro" e "Um dia de sol em Shangrilá".

Samuel Araujo - Estudou violão com Nélio Rodrigues e composição com Guerra-Peixe. Tendo obtido, em 1978, o 1º prêmio do II Concurso Nacional de Cordas Funarte/Abrarte, tornou-se professor da Universidade Federal da Paraíba em 1980 e, posteriormente, doutorou-se em Musicologia pela Universidade de Illinois com uma tese sobre o Samba. É professor da Escola de Música da UFRJ, onde coordena o Laboratório de Etnomusicologia. Como pesquisador possui artigos publicados em revistas como Ethnomusicology 35/2 e Latin American Music Review 9/1 e Musical Quarterly. Produziu o CD etnográfico "Cavalo Marinho da Paraíba", Vol. 12 da série Viagemdos Sons,(TRADISOM,Portugal).

Antonio Guerreiro de Faria - Licenciado em Música com Mestrado em Música Brasileira, foi aluno de Composição e Orquestração de Guerra-Peixe, tendo aulas de Harmonia e Contraponto Modal com Hélio Sena, é Professor Adjunto da Uni-Rio na qual leciona Harmonia, Contraponto e Fuga, e Estrutura da Música Modal. É tecladista e arranjador de música popular, compositor de música de concerto, participou de inúmeras Bienais e concertos com orquestras como OSN, Pro Música, OSB, OSPA, e mostras de música brasileira tendo obras gravadas por conjuntos como Brasil Ensemble, Madrigal de Brasília, e artistas como Rosana Lanzellote e Luis Engelke (USA) . Como pesquisador, publicou artigos em revistas como a PERMUSI e a Latin American Music Review.

Chico Costa - Nascido no Rio de Janeiro, estudou saxofone com Idriss Boudria e Nivaldo Ornelas e finaliza atualmente o Bacharelado em Saxofone da Uni-Rio na classe do Prof. Marco Túlio. Tocou intensivamente em grupos instrumentais como a Orquestra de Saxofones, e o Teatro do Som, além de apresentar-se com artistas como Eduardo Dussek, Claudete Soares, Ronaldo Diamante e Dodô Ferreira. Participou de gravações com nomes da MPB dentre os quais se destacam Katia Bronstein,Cláudia Telles, Jorge Benjor e Fafá de Belém. Foi também produtor de programas de jazz e música instrumental na Rádio MEC tais como como: Ensaio Geral, MBI – Música Brasileira Instrumental e Todas as Claves.

Percussionista convidado - Além de seu núcleo fixo de quatro instrumentistas, o Tira o Dedo do Pudim, tem contado com a colaboração de percussionistas convidados, como Paschoal Meirelles e André Tandeta.

No programa seráo apresentadas obras de Radamés Gnattali, Guerra-Peixe, Pixinguinha, Antonio Guerreiro de Faria, Claudio Santoro, Antonio Callado, Cartola e Jacob do Bandolim.

O Concerto acontece na terça-feira, às 19h na Sala Villa-Lobos (Av. Pasteur, 436 - Fundos). A ENTRADA É FRANCA.

A série Unirio Musical tem como coordenador o Prof. Marco Túlio (IVL). A programação do mês de maio está sob a responsabilidade do Prof. Pedro Aragão (IVL).

« Junho 2019 »
Junho
DoSeTeQuQuSeSa
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30